Empatia: para que te quero?

Empatia: para que te quero?

“Pedimos que as nossas crianças e jovens protegessem os mais vulneráveis. Pedimos que frequentassem a escola à distância. Pedimos que não fossem aos treinos. Pedimos que ficassem longe dos amigos.

Pedimos que colocassem a vida em stand by.

E assim fizeram.

E mesmo assim há adultos que estão a colocar grandes exigências em cima destes miúdos. Que os chateiam imenso com o tempo de ecrã, que os dão na cabeça por não prestarem atenção o suficiente e por não entregarem os trabalhos a tempo… por quererem ficar de pijama e por andarem desmotivados e zangados.

Mas o que precisam não é ninguém que lhes controle, que lhes dê lições, que tente corrigir os seus comportamentos. O que precisam é de empatia, montes e montes de empatia. É que a empatia é o verdadeiro remédio nesta pandemia.”

#educarcommindfulness

By Mikaela Övén